Conheça a única informação que você não pode ignorar ao decidir iniciar um projeto de sucesso


Começar pelo começo é uma expressão que deixou de ser redundante. A maior prova disso é a imensa quantidade de projetos e sonhos que fracassam pelo simples fato de não terem “começado pelo começo”.

“Não sei por onde começar” é uma frase com a qual vamos ter que lidar mais de uma vez na vida! Isso é natural! O que não deveria ser natural é a decisão de agir sem ter clareza de qual o primeiro passo a ser dado.

Você não acha interessante que a primeira coisa que Deus tenha feito (veja o relato bíblico), no projeto de criação do Universo Dele, foi criar a luz? Apertou o interruptor e disse: haja luz; e houve luz!

Há algumas verdades me parecem tão claras neste texto, que escolhi assumi-las como um método, que pretendo imitar. Primeiro Deus criou a luz, depois Ele separou a luz das trevas, para não virar bagunça. Fez isso chamando a luz de dia e as trevas de noite.

Em seguida, separou as águas que ficam na terra das águas que ficam no céu. Mais adiante, para não ficar toda água da terra espalhada, fazendo aquela lameira, reuniu as águas em áreas específicas e com isso fez surgir a terra e os mares, (mas o assunto aqui não é religião e sim planejamento e excecução de sonhos e projetos de vida).

Muito curioso! Cada nova etapa na criação vai dando condição para que um novo passo seja dado. Concluo que tudo tem uma ordem e que, quando se respeita a sequência natural das coisas, as chances de que tudo corra bem e tenhamos sucesso são maiores.

Nós, seres humanos, agimos de maneira muito estranha e fazemos isso muitas vezes. Por exemplo: porque insistimos que para ir a cozinha durante a noite não é preciso acender a luz e só nos convencemos de que isso não é uma boa ideia quando acontece aquela topada do dedo mindinho com o pé da mesa?

Quem nunca, não é?

Parece que temos uma facilidade enorme para construir raciocínios vazios de verdades, apesar de sofrermos com os resultados deste modelo mental tantas vezes.

Nos últimos anos, cada dia um pouco mais, o ensinamento que mais impacta minha vida e meus negócios é a importância da clareza. Como isso é fundamental! Não há um cliente meu que não tenha ouvido ao menos meia dúzia de vezes: é preciso ter clareza do que se pretende fazer, rapaz!

Ter clareza do que estamos fazendo neste exato momento, pode fazer com que tudo em nossa vida mude. Saber porque você parou para ler este artigo, saber porque eu parei para escrevê-lo, saber porque decidimos por A e rejeitamos B e porque ontem fizemos exatamente o contrário, pode mudar completamente a nossa vida.

Parece tolo e dispensável esse tipo de reflexão, mas definitivamente não é.

Inúmeras decisões erradas que são tomadas em relação à carreira profissional, novos negócios, relacionamentos, projetos de vida, futuro, etc etc e etc, são resultados da falta de clareza. São tiros no escuro dados para o alto na esperança de que caiam exatamente no alvo que nos fará sorrir.

Algumas profissões e atividades exigem o domínio de ferramentas específicas: o grifo para o encanador; o compasso para o desenhista, o pincel para o pintor, a tesoura para o cabeleireiro, mas não é o caso da clareza.

A clareza não pode ser vista como opcional. Não deveria ser o tipo de ferramenta que alguém diga que é legal, mas que escolhe não usar.

Como uma caminhada em mata fechada que exige extremo cuidado a cada passo, assim deveríamos lidar com nossa vida e a clareza deve ser para nós como a lanterna que clareia o próximo metro da jornada.

Avalie por dois minutos o último tombo que você tomou. Seja no trabalho, nos relacionamentos, na vida financeira e constate: se você tivesse erguido ali uma lanterna, apertado o interruptor e ligado à luz, você teria caído?

Oras, se até Deus, que é Deus, tomou o cuidado de começar por criar luz e clareza para o que decidiu realizar, por que nós, pequenos mortais, ignoramos questão tão fundamental?

A clareza é uma ferramenta barata. Mais do que isso: ela é gratuita. Está à disposição de todos e só precisa ser alvo de uma decisão.

Tê-la como aliada de todas as horas é uma decisão sábia. que vai garantir que tenhamos sucesso em tudo que fizermos. Se você vem batendo cabeça na execução dos seus planos e projetos, faça uma pausa e avalie: onde falta luz? Em que você não tem clareza? Por que está seguindo nesta ou naquela direção?

Não tenho nenhuma dúvida de que esse modelo simples de questionamento funcionará como um grande farol, que vai iluminar a sua jornada e ajudar você a ter sucesso naquilo que planeja!

O que faria Deus em seu lugar? Minha sugestão é que Ele certamente acenderia a luz! Esta é uma das informações essenciais, que você não pode ignorar ao decidir ter sucesso nos seus projetos de vida e carreira.

Saia do escuro! Acenda a luz você também!

Deixe seu comentário!